Releitura participa da IV Feira de Leitura

Nesta quarta e quinta, 20 e 21, a Releitura participa da 4ª Feira de Leitura do Centro de Educação da UFPE. A participação na Feira se insere na programação de aniversário de 10 anos da Rede de Bibliotecas, que culmina com a realização, em Recife, do 4º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias (RNBC) e 11º Encontro do Programa Prazer em Ler, na semana que vem.

feira

Desde a primeira edição, a rede é parceira do Centro de Estudos em Educação e Linguagem da UFPE para realização da Feira. Este ano, além de ter uma tenda com acervo e mediação de leitura, a Releitura integra a programação com um bate-papo especial de celebração dos 10 anos de atuação. Será no dia 20, às 16 horas, no hall do Centro de Educação.

Além disso, a rede está apoiando na organização da feira e seus integrantes participam dos diferentes circuitos que compõem a programação.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA IV FEIRA DE LEITURA

RELEITURA, 10 ANOS – Criada em 2007, a Releitura começou com quatro bibliotecas comunitárias, que se encontravam  uma vez ao mês, para compartilhar experiências e fortalecer suas atuações. “Hoje, somos nove bibliotecas comunitárias do Recife, Jaboatão e Olinda, e temos forte presença nos espaços de participação social para construção de Políticas Públicas voltadas ao Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas”, afirma a articuladora da Releitura Isamar Assunção, que integra a coordenação da Biblioteca do Cepoma, em Brasília Teimosa.

 

A Releitura tem assento no Conselho Estadual de Políticas Culturais; participa do Fórum Pernambucano em Defesa do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas; integra a comissão executiva que está trabalhando na elaboração do Plano Estadual do Livro, Leitura e Bibliotecas (PELLLB); tem marcado presença em todas as audiências públicas para elaboração do Plano.

“A gente percebeu que não basta fazer campanha de arrecadação de livros ou de recursos ou fortalecer as ações em nossas bibliotecas. Precisamos que o Poder Público reconheça a importância da leitura e institua políticas que ampliem o acesso aos livros e o apoio às bibliotecas comunitárias”, afirma a articuladora da Releitura, Betânia Andrade, que é coordenadora da Biblioteca do Coque e integra a comissão executiva de elaboração do PELLLB.

Todas as bibliotecas da Rede tem hoje um excelente acervo e pessoal qualificado para atuar na formação de leitores. “Mas garantir a sustentabilidade é uma luta constante”, afirma o articulador Fábio Rogério, que coordena a Biblioteca Amigos da Leitura, no Alto José Bonifácio, e é suplente no segmento de Literatura do Conselho Estadual de Políticas Culturais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s